• LECI BRANDÃO REALIZA ATO PELO DIA DE OGUM NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

    Leia mais
  • LECI PARTICIPA DE INAUGURAÇÃO DE CENTRO DE PROMOÇÃO DA IDENTIDADE RACIAL

    Leia mais
  • DEPUTADA LECI É NOMEADA OUVIDORA SUBSTITUTA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

    Leia mais
  • DEPUTADAS PROTOCOLAM PROJETO DE LEI QUE VISA A IGUALDADE DE OPORTUNIDADES

    Leia mais
  • COMISSÃO APROVA PL DE AUTORIA DE LECI QUE EVITA PRECONCEITO RACIAL EM PROPAGANDAS

    Leia mais

Formatura dos alunos do curso de Administração da Faculdade Zumbi dos Palmares

São Paulo, maio de 2011

Formatura dos alunos do curso de Administração da Faculdade Zumbi dos Palmares

Saúdo as autoridades presentes
Os gestores da faculdade Zumbi dos Palmares
Professores e funcionários
E queridos alunos que hoje recebem o diploma do curso de administração

Eu fiquei muito feliz quando recebi o convite para ser paraninfa da turma de administração 2011 da Faculdade Zumbi dos Palmares. Esta cerimônia é repleta de bons significados e provam que o Brasil pode cuidar bem de todos os seus filhos. Sejam brancos, índios ou afrodescendentes.

As mulheres e os homens que se formam aqui hoje conquistaram mais que um diploma. Venceram as condições adversas enfrentadas pelos negros no nosso país. Apesar do momento de festa, é preciso lembrar o genocídio da juventude negra. O mapa da violência 2011 aponta que morrem 67,1 mais negros que brancos. Os negros e pardos também são mais pobres e menos alfabetizados.

Esses números demonstram o valor da Faculdade Zumbi dos Palmares que é dedicada a oferecer ao negro a oportunidade de uma formação acadêmica e inserir estes jovens no mercado de trabalho. É preciso multiplicar essas experiências para que o Brasil seja, de fato, um país livre, sobretudo para a nossa gente.

O 13 de maio se aproxima e é mais uma data para denunciar que a abolição no Brasil foi uma farsa. Nestes 36 anos de carreira artística participei de inúmeras manifestações e eventos de combate ao preconceito e pela promoção da igualdade racial. Como integrante do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial defendi políticas públicas para a população negra.

Em março deste ano assumi uma cadeira de deputada estadual na Assembleia Legislativa. Nesta nova função, me disponho a dialogar com todos aqueles que estão dispostos a contribuir para amenizar a desigualdade social que é resultante do racismo no nosso estado e no Brasil.

Eu não tenho diploma universitário. O primeiro diploma que recebi foi justamente o de deputada estadual. Sou filha de uma servente de escola pública e, durante a minha vida, muitos obstáculos surgiram à minha frente. A música foi o meu instrumento de resistência. De denúncia. E de levar alegria às pessoas.

O instrumento de resistência de vocês, formandos, é o conhecimento. Hoje eu deixo aqui a minha palavra de agradecimento e incentivo, certa de que cerimônias como esta, em breve serão a regra e não a exceção no nosso país.

Obrigada e fiquem com Deus!

Pronunciamentos

Informativos

Publicações